Sobre a Biblioteca

>
<

Sobre a Biblioteca - Missão, Visão e Valores

Missão


A Biblioteca Municipal de Albergaria-a-Velha é o centro local de acesso à informação e ao conhecimento. É um espaço de educação formal e informal, de socialização e de criatividade que, através da promoção da leitura e da disponibilização da informação de todos os géneros e suportes, fomenta e consolida a capacidade de educar e guiar as pessoas na avaliação e seleção de fontes informação.


Sendo um espaço de cultura para a cultura, para a promoção do livro e da leitura, recorre a estratégias de promoção de todas as linguagens artísticas (as plásticas, as performativas, as cénicas, as musicais, as visuais, etc.) criando fortes ligações com todo o conhecimento humano e promovendo conexões especiais com a Rede Cultural, Educativa e Criativa do Município.


Visão


Ser uma Instituição reconhecidamente interventiva e proativa no seio da comunidade, centrada nas pessoas, nos seus interesses e nas suas necessidades, de forma a fomentar o conhecimento e o pleno exercício da cidadania, apostando nas literacias, numa vertente criativa e contemporânea, através de uma equipa motivada que pretende fazer desta uma instituição de referência.


Valores


A atuação da Biblioteca é pautada pelos seguintes valores: Qualidade; Conhecimento; Inovação; Acessibilidade; Liderança; Identidade; Responsabilidade Social; Cidadania; Criatividade.

Sobre a Biblioteca - Objectivos

De acordo com o Manifesto da IFLA/UNESCO sobre as bibliotecas de leitura pública, com os princípios preconizadores da criação da Rede Nacional de Bibliotecas Públicas,  a Biblioteca Municipal Albergaria-a-Velha tem por principais objetivos:


  • Criar e fortalecer os hábitos de leitura da comunidade, com especial incidência nas crianças desde a primeira infância;
  • Apoiar a educação individual e a autoformação, assim como a educação formal a todos os níveis, estimulando a imaginação e criatividade das crianças, dos jovens e dos seniores;
  • Assegurar a cada pessoa os meios para evoluir de forma criativa, proporcionando o livre acesso à cultura e à informação, possibilitando o uso das novas tecnologias de informação e comunicação;
  • Promover o conhecimento sobre a herança cultural, o apreço pelas artes e pelas realizações e inovações científicas;
  • Possibilitar o acesso a todas as formas de expressão cultural, das artes e do espetáculo;
  • Fomentar o diálogo intercultural e a diversidade cultural;
  • Conservar, valorizar, promover e apoiar a tradição oral, difundindo o património referente ao fundo local, reforçando, assim, a identidade cultural do Município e da Região;
  • Assegurar o acesso dos cidadãos a todos os tipos de informação da comunidade local;
  • Proporcionar serviços de informação adequados às empresas locais, associações e grupos de interesse.

Sobre a Biblioteca - Princípios Orientadores

Com vista à prossecução dos seus objetivos, a ação da Biblioteca pautar-se-á pelos seguintes princípios orientadores e atividades: 


  • Atualização permanente do seu fundo documental, com vista ao seu progressivo enriquecimento e renovação, indo ao encontro dos interesses e perfis dos seus utilizadores;
  • Organização, de forma técnica e adequada, dos seus fundos, permitindo um eficaz acesso e utilização da informação pelos utilizadores;
  • Promoção de diversas atividades de animação e divulgação cultural, no âmbito do Serviço de Aprendizagem Criativa, tendo em vista a promoção do livro e da leitura, nomeadamente através de exposições, conferências, colóquios, ações de formação, sessões de poesia, horas do conto, encontros com escritores, entre outras;
  • Divulgação de autores locais, através da edição ou mediante patrocínio de edição das respetivas obras, no âmbito da política cultural do Município de Albergaria-a-Velha.
  • Promoção de atividades de cooperação com Bibliotecas e instituições congéneres, Escolas e Coletividades, organismos culturais e grupos de atividade concelhia e regional;
  • Edição de publicações relacionadas com os seus fundos documentais e as suas atividades, com ênfase ao apoio à criação local e regional;
  • Promoção da atividade literária do Município;
  • Apoio à criação de bibliotecas escolares do município, através do SABE;
  • Implementação do empréstimo inter-bibliotecas, nomeadamente, na Rede de Bibliotecas de Albergaria-a-Velha e na Rede de Bibliotecas da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro;
  • Criação de serviços inovadores e especiais, de forma a contribuir para a descentralização do acesso à informação.

Sobre a Biblioteca - História

Em Janeiro de 2002, a Fundação Calouste Gulbenkian, detentora de um pólo de Leitura em Albergaria-a-Velha, informou a Câmara Municipal de que ia encerrar o espaço e cessar a sua presença no Concelho. 


A Câmara Municipal, preocupada com este vazio, e ciente da necessidade desta resposta cultural e educativa no Município, diligenciou no sentido de, rapidamente, encontrar um espaço onde pudesse criar, ainda que em situação provisória, uma Biblioteca Municipal.


Fruto da boa aceitação da Junta de Freguesia de Albergaria-a-Velha, instalar a Biblioteca Municipal no Salão Nobre da Junta de Freguesia, ficando esta privada daquele espaço durante o período de tempo necessário à criação de um outro, adequado e condigno, pela Câmara Municipal.


Reconhecendo o interesse e valorizando o esforço que a Câmara Municipal fez no sentido de diligenciar com a maior brevidade o preenchimento desta lacuna, a Fundação Calouste Gulbenkian cedeu os fundos do extinto Pólo de Leitura, a que juntou outros, entretanto enviados, que serviram de base à abertura do novo espaço.


Assim, em Abril de 2003, a Biblioteca Municipal de Albergaria-a-Velha abriu as portas aos seus leitores num espaço provisório, com os constrangimentos naturais, e com uma coleção muito limitada. Desde então, a Biblioteca Municipal tem tido a preocupação de enriquecer a sua coleção, de forma faseada, nas diversas classes, com especial preocupação pela atualização de novidades literárias.


Não obstante a solução encontrada, a Câmara Municipal encetou, desde logo, junto da Direcção-Geral do Livro e da Biblioteca (na altura Instituto do Livro e da Biblioteca) todas as diligências no sentido de encontrar uma resposta definitiva, criando um novo espaço, adequado às necessidades dos leitores e com todas as condições dignas de uma Biblioteca Municipal.


O Executivo Municipal viu no projeto da recém-inaugurada Biblioteca Municipal, para além do cumprimento das funções a que se destina, uma ótima oportunidade para a requalificação de um edifício emblemático do Município.


Tradicionalmente conhecido como “A Casa do Torreão”, o edifício requalificado e ampliado assume-se como a referência num terreno de dimensões generosas, sobranceiro a uma das entradas na cidade. Todo o conjunto assume uma particular relevância, pela forma exposta da sua topografia e imagem sobre o atual traçado do IC 2, e da ligação com uma das freguesias contíguas à sede do Concelho, Vale Maior.


Aproveitando a localização privilegiada do edifício, central, de fácil acesso, e as excelentes potencialidades da sua área envolvente, com um espaço exterior que permite o desfrutar dos prazeres da leitura e a dinamização de diversas atividades complementares, a intervenção assentou, essencialmente, na manutenção das fachadas existentes, na preservação dos elementos de interesse histórico e patrimonial e na construção de um novo corpo. Todas as áreas funcionais da Biblioteca ficam localizadas num só piso. O 1.º andar do edifício destina-se aos serviços internos e ao Salão Nobre (sala polivalente), o qual beneficia de invulgar beleza, conferida por telas de Domingos Costa (1910) e tetos trabalhados da mesma época.


Volvidos os trabalhos de requalificação e ampliação do Palacete e Torreão da Quinta da Boa Vista, a 22 de Junho de 2013 é inaugurada a Nova Biblioteca Municipal de Albergaria-a-Velha, abrindo-se, assim, uma nova página na História desta Biblioteca.


A Biblioteca Municipal de Albergaria-a-Velha, pertencente à Rede Nacional de Leitura Pública, enquadra-se, desde então, na tipologia BM2.

Sobre a Biblioteca - Equipa

A Biblioteca Municipal é propriedade do Município de Albergaria-a-Velha


Presidente

António Augusto Amaral Loureiro e Santos


Vice-Presidente e Vereador Pelouro da Cultura

Delfim Bismarck Ferreira


Chefe da Divisão de Cultura e Desporto

Rui Lopes


Serviços de Gestão

Filomena Santos


Serviços Técnicos

Elsa Pinho 

Marisa Almeida

Nélia Oliveira


Serviço de Aprendizagem Criativa

Filomena Santos

Maria Adelaide Ferreira

Patrícia Bastos


Serviços Administrativos

Filipe Pereira

Joana Mendes

Lucília Ferreira

Vera Oliveira


Serviços de Limpeza

Clementina Silva

Maria Camila Tavares


Voltar ao topo