Eventos - CENTENÁRIO DA MONARQUIA DO NORTE OU TRAULITÂNIA EM ALBERGARIA-A-VELHA

28 DE JANEIRO DE 2019 | 18:30

 



POR DELFIM BISMARCK E RAFAEL VIGÁRIO



Albergaria-a-Velha assinala o centenário da Monarquia do Norte com palestra na Biblioteca Municipal
 
O Município de Albergaria-a-Velha organiza no dia 28 de janeiro, na Biblioteca Municipal, a palestra Centenário da Monarquia do Norte ou Traulitânia em Albergaria-a-Velha. Com início às 18h30, a iniciativa contará com intervenções dos historiadores Delfim Bismarck Ferreira e Rafael Marques Vigário. A entrada é livre.
 
A Monarquia do Norte foi uma contrarrevolução ocorrida na cidade do Porto, a 19 de janeiro de 1919, pelas juntas militares favoráveis à restauração da Monarquia em Portugal. Depois do assassínio do presidente Sidónio Pais em dezembro de 1918, o país esteve à beira de uma guerra civil, com monárquicos e republicanos a lutarem entre si para a tomada do poder.
 
No Porto, os apoiantes da Monarquia criaram uma Junta Governativa e começaram logo a legislar para demonstrar a sua legitimidade e "apagar a República". De 20 a 28 de janeiro de 1919, em Albergaria-a-Velha, hasteou-se a bandeira monárquica, havendo registo de diversos confrontos em Angeja, Frossos e São João de Loure.
 
A Monarquia do Norte só durou até 13 de fevereiro. Em Lisboa, depois de tomarem conhecimento da contrarrevolução, os republicanos enviaram tropas para o norte e, em menos de um mês, esmagaram a revolta. Foi o fim da última grande manifestação em defesa da Monarquia que decorreu em Portugal.

Voltar ao topo